Apartamento das divisórias

Local:

São Paulo

metragem:

70

m2
ano:

2016

Produção:

Nuria Uliana

fotografia:

Gui Morelli

O Apartamento das Divisórias, localizado no Edifício Huma Klabin, em São Paulo, foi pensado com o propósito de valorizar o uso da luz natural. Com referencias da arquitetura escandinava, o imóvel preza pela claridade, e leveza nas cores e tons dos materiais. O apartamento conta com pequenas divisórias que setorizam o programa sem criar barreiras e privilegiam a amplitude espacial, proporcionando um ambiente fluido e dinâmico.

O projeto original previa dois quartos, mas um deles foi retirado para dar espaço ao closet. Com o intuito de manter a privacidade do ambiente e, conseqüentemente, da suíte, painéis de vidro pontilhados do piso ao teto, os isolam do ambiente social. Já na cozinha, a divisão ficou por conta de uma estrutura de tubos de cobre fixada na laje de concreto aparente. Originalmente, a planta continha dois banheiros. Um deles, o menor, foi transformado em lavabo. E o box do antigo banheiro foi realocado para a suíte, que, ampliado, passou a receber luz solar. As cores e texturas são marcadas pela sutileza. O branco aparece em abundância nas paredes, no piso e nos azulejos dos banheiros. Uma paleta de cores claras, escolhida para a arquitetura, e o uso de acabamentos naturais, como a marcenaria feita com lamina natural de carvalho americano, conferem leveza e conforto para o apartamento. O contraste fica por conta da laje de concreto aparente, deixando as tubulações elétricas à vista, e da estruturas de cobre, utilizadas na cozinha e no quarto.